O senhor é meu pastor e nada me faltará...


anjos - Recados Para Orkut

"Educar com amor".

"Educar com amor".

Um cantinho especial para uma boa e agradável conversa!!!

terça-feira, 24 de maio de 2011

“Morre o ex-deputado Abdias Nascimento, precursor do movimento negro”.


Abdias Nascimento, autor do primeiro projeto de lei sobre políticas públicas de igualdade racial.

Morreu hoje o ex-deputado e ex-senador Abdias Nascimento, precursor do movimento negro no Brasil. Aos 97 anos, ele estava internado havia dois meses no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro, devido a complicações decorrentes de diabetes.
Na Câmara, Abdias Nascimento foi autor do primeiro projeto de lei propondo políticas públicas de igualdade racial, que chamou de ação compensatória (PL 1332/83). A proposta recebeu parecer favorável nas comissões, mas, por resolução da Câmara, todas as proposições de deputados que tramitavam até 4 de outubro de 1988, véspera da promulgação da atual Constituição, foram arquivados. Entre eles, o PL 1332/83.
Em julho do ano passado, após a sanção do Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/10), Abdias escreveu carta aberta ao presidente Lula com reparos à nova norma. “Não me cabe apoiar ou aplaudir a legislação do País. Cabe-me, sim, apoiar e aplaudir as forças políticas que se dedicam a combater o racismo. Isto farei sempre”, afirmou.
Professor benemérito da State University of New York, recebeu título de doutor honoris causa pela Universidade de Brasília (UnB) e pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), em função da militância no combate à discriminação racial. Recebeu diversas premiações, como o Prêmio Unesco em 2001, na categoria Direitos Humanos e Cultura de Paz.
Teatro e jornal
Professor e artista plástico, Abdias Nascimento nasceu em Franca (SP). Nos anos 40, fundou o Teatro Experimental do Negro e o jornal Quilombo, no Rio de Janeiro. Durante o regime militar, exilou-se nos Estados Unidos. No retorno ao Brasil, exerceu mandato de deputado federal entre 1983 e 1987 e de senador de 1997 a 1999, além de ter criado e ocupado nos anos 90 a Secretaria Extraordinária de Defesa e Promoção das Populações Afro-Brasileiras, no governo fluminense.
Neste ano, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro criou o Prêmio Abdias Nascimento, que está com inscrições abertas até 19 de agosto. Poderão concorrer trabalhos jornalísticos com os temas saúde da população negra, intolerância religiosa, juventude negra, ações afirmativas, empreendedorismo, desigualdades, direitos humanos, relações raciais, políticas públicas, comunidades tradicionais e discriminação racial.

Créditos:Ricardo Stuckert/PR

Nenhum comentário: