O senhor é meu pastor e nada me faltará...


anjos - Recados Para Orkut

"Educar com amor".

"Educar com amor".

Um cantinho especial para uma boa e agradável conversa!!!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

NATAL - RN. "A NOIVA DO SOL".


Foto:(Rio Potengi, Forte dos Reis Magos, Parque das Dunas e Ponta Negra ao fundo).

Quem vem a Natal por via aérea terá que pegar a BR-101 para entrar na cidade. Se vier por transporte terrestre, oriundo da parte sul do estado, já estará nessa estrada e só fará prosseguir. Em ambos os casos, encontrará uma via rodoviária com canteiros bem cuidados que dividem as duas pistas. É difícil entrada de cidade ser bonita, mas essa é.

Aproximando-se do núcleo urbano principal, será recebido pelas estátuas dos reis magos e pela estrela de Belém, que se projeta sobre o asfalto. Do lado direito, uma placa saúda: bem-vindo à noiva do sol. É chamada de cidade do sol por ter cerca de 300 dias de sol no ano.

A primeira visão que encanta são as dunas. Dunas existem em outros pontos desse imenso Brasil, mas aqui elas estão dentro da cidade, incluindo o Parque das Dunas, com 1.171 de mata atlântica, o segundo maior parque urbano do Brasil, atrás da Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Pronto, você estará respirando o ar mais puro e renovado das Américas, segundo a NASA.

Em frente, você chegará ao centro da cidade e, à direita, pegando a Av. Roberto Freire, terá acesso à Praia de Ponta Negra, principal pólo hoteleiro e de lazer, onde se localiza o Morro do Careca, principal cartão postal do lugar.

No almoço, coma paçoca de pilão com arroz de leite. De sobremesa, queijo coalho ou de manteiga assado com mel de engenho. Para isso, a melhor pedida é o Restaurante Mangai, bom e barato. Para quem não resiste a um bom camarão, há o Camarões Potiguares, mais sofisticado e de comida deliciosa. Aliás, potiguar significa comedor de camarão.

À noite, vá agitar na rua do Hostel Lua Cheia (em forma de castelo), cheia de bares e restaurantes.

No corredor cultural, situado no centro da cidade, visite a casa em que morou Câmara Cascudo, o grande folclorista brasileiro. Descendo, há o bairro da Ribeira, onde a cidade começou, e a Rua Chile, junto ao porto, com bares e um pátio em que acontecem eventos.

Ali perto, veja o pôr-do-sol no Rio Potengi, o rio grande que dá nome ao estado. Um bom local para isso é a Pedra do Rosário, na parte alta da cidade.

Vá à Ladeira do Sol e tenha uma visão privilegiada do mar; à direira, a Praia de Areia Preta e, à esquerda, o Forte dos Reis Magos e, do outro lado do rio, o início do litoral norte.

Atravesse a Ponte Newton Navarro, recém construída, e chegue, rapidamente, ao litoral norte. Pare um pouco e veja Natal, o rio e o Forte dos Reis Magos, que você acabou de deixar para trás. Há dunas e lagoas para todos os gostos em Genipabu, Pitangui, Jacumã. Continuando, você chegará à Praia de Maracajaú, com os seus arrecifes, que são chamados pelos moradores locais de parrachos (cerca de 80 km de Natal).

Para ir ao litoral sul, pegue a Rota do Sol, passe pelo maior cajueiro do mundo e chegue à Praia de Barra de Tabatinga. O melhor é se a maré estiver baixa, quando são formadas piscinas naturais. Bem perto, há a Lagoa de Arituba. Das dunas, você poderá apreciar, de um lado, o mar e, do outro, a lagoa.

Para ir para Pipa, é necessário pegar o acesso para a BR-101. Pipa é a pedida para quem gosta de agitação.

Despeça-se com saudade do Rio Grande do Norte, terra da primeira feminista brasileira, Nísia Floresta, da primeira eleitora, Celina Guimarães Viana, e da primeira deputada do Brasil, Carlota Pereira de Queirós.

Créditos:http://www.overmundo.com.br

Nenhum comentário: