O senhor é meu pastor e nada me faltará...


anjos - Recados Para Orkut

"Educar com amor".

"Educar com amor".

Um cantinho especial para uma boa e agradável conversa!!!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

"Disciplina com amor."


Coisa séria é educar crianças. Bom seria se houvesse uma fórmula perfeita para que todas as crianças se tornassem educadas, bem-resolvidas, felizes, honestas e igualmente perfeitas. Mas não existe uma fórmula, cada pai e mãe age da forma que acha mais eficiente, do jeito que foi criado, que leu num livro, viu num programa de televisão, observou alguém fazendo ou até mesmo por impulso. A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22:6. Com respeito à disciplina, há aqueles pais que são negligentes e aqueles que agem de forma abusiva. Tanto uma forma como a outra são altamente prejudiciais ao desenvolvimento da cirança. Ellen White, uma escritora que gosto muito escreveu:

“Na educação da criança, há ocasiões em que a vontade firme da mãe encontra a vontade indisciplinada da criança. Nessas ocasiões há necessidade de grande sabedoria por parte da mãe. Por procedimento imprudente, pela imposição autoritária, pode-se causar grande mal à criança” (Testemunhos para a Igreja – Volume 7, p. 47).

“A Bíblia expõe regras para a correta disciplina dos filhos. (…) [Pais] não reconhecem as responsabilidades que Deus lhes deu, de educarem seus filhos de modo a adquirirem hábitos corretos desde a infância” (Testemunhos para a Igreja – Volume 4, p. 313).

“Mediante disciplina gentil em palavras e atos de amor pode a mãe unir os filhos ao seu coração. É grande erro mostrar severidade e ser muito exigente com as crianças. Firmeza uniforme e controle tranquilo são necessários na disciplina de toda a família” (Testemunhos para a Igreja – Volume 3, p. 532).

“Os pais não devem esquecer os anos de sua infância, de quanto anelavam simpatia e amor, e como se sentiam infelizes quando censurados e repreendidos com irritação. (…) Mas com firmeza, misturada com amor, devem exigir obediência dos filhos” (Testemunhos para a Igreja – Volume 1, p. 388).

O castigo é um método bastante usado para que a criança pequena possa se acalmar e pensar no que fez. Isolando-a por um tempo, a mãe ou o pai também pode se acalmar e controlar suas emoções. Em caso de agressividade ou de birra, é bastate eficiente. Os especialistas recomendam um minuto para cada ano de idade da criança. Se ela tem três anos, três minutinhos são suficientes.

Os livros de Ellen White podem ser encontrados na editora CPB.

Informações sobre o castigo como forma de disciplina, você encontra no Boa Saúde. Consultei a BAP para outras informações sobre o tema.

O simpático banquinho-ampulheta tem o ciclo de duração de cinco minutos e está à venda no Wisteria, por 69 dólares. Uma graça.

Fonte:http://coisasquegosto.com/

Nenhum comentário: