O senhor é meu pastor e nada me faltará...


anjos - Recados Para Orkut

"Educar com amor".

"Educar com amor".

Um cantinho especial para uma boa e agradável conversa!!!

sábado, 15 de outubro de 2011

Siga essas Dicas Para Educar e Conviver Melhor Com Seus Filhos:


Pais que não sabem se estão educando certo seus filhos têm que lembrar de duas palavrinhas mágicas: carinho e limites. E aqui vão algumas dicas para melhorar a convivência com eles.

01. Os horários.

Faça seu filho seguir os horários, ele precisa aprender que existe hora de brincar, assistir TV ou estudar.
- Estipule horários fixos para fazer lição de casa. Deixe-o chegar da escola, descansar e comer. Depois é hora da lição.
- Imponha que a lição seja feita antes da hora da brincadeira, assim você terá uma moeda de troca.
- Os horários de almoço, jantar e até aquele lanche da tarde devem ser seguidos.
- O horário de brincar e assistir TV também são importantes pra eles e devem ser respeitados, não os interrompa sem um bom motivo.

02. Chamar a atenção.

Na hora de chamar a atenção, na hora de pedir algum favor ou repreender por alguma coisa, seja nos momentos tensos ou nos mais amenos, peça antes para ele olhar no teu olho! Não funciona ficar gritando ou falando alto. Faça um teste, antes de pedir algo, chame a atenção dele, diga filho vem aqui, eu quero que você faça tal coisa! Você vai ver que funciona muito bem!

03. A regra é clara.

Seu filho precisa conhecer as regras para poder seguí-las. Antes de cobrar dele, faça com que ele entenda bem quais são as regras impostas.
A organização deve ser pregada sempre, desde roupas largadas pela casa até a forma de organizar seus livros e cadernos, mas também para isso funcionar deixe clara as regras! O que pode e o que não pode deve estar sempre descrito a vista ou relembrado.

04. Política de troca.

Se você comprou uma casa foi porque fez por merecer. O mesmo conceito deve ser colocado ao seu filho desde muito cedo.
Ele deve conquistar as coisas que ele quer. Incentive, porém com muita cautela, a política de troca.
Sim, ele pode assistir TV, desde que termine a lição.
Sim, ele pode brincar lá fora, desde que o quarto esteja arrumado.

05. Castigo,privação (Ou perder o direito, como queiram denominar).

Não importa como você chama, mas seu filho precisa conhecer o conceito de que Toda AÇÃO tem uma REAÇÃO!
Se ele aprontar, ele precisa perder algo, ser punido, ficar sem alguma regalia. Só não confunda castigo com tapas ou berros!
Uma boa idéia é ter moedas de troca! Se ele quiser assistir um filme tarde na TV ele terá de arrumar a sala ou seu quarto por exemplo. No dia a dia, antes de brincar ele deve fazer a lição e só depois ganhar a hora de brincar. Se ele quiser um brinquedo novo deverá fazer algo em troca, um texto, uma boa ação ou uma tarefa em casa.

06. Incentive o senso empresarial.

Seu filho poderá ser um empresário, um bom profissional ou atleta vencedor se você começar desde cedo mostrar a ele que é buscando que se conquista. E não apenas pedindo!
Incentive-o a economizar sua mesada, conquistar pequenos valores com seu trabalho. Vender seus desenhos para a família não deixa interessante, que tal incentivá-lo a fazer poemas se ele gosta e vender a família!

07. Desafios.

Sempre que puder imponha ou deixe que seus filhos enfrentem seus próprios desafios. É caindo que se aprende como se levantar.
Deixe que seu filho busque o brinquedo que quer num canto da sala, ao invés de levar a ele. Deixe que seu filho vista suas roupas quando já puder. Deixe que seu filho resolva uma pequena discussão no futebol. Leve-o para caminhadas em trilhas leves quando for maior, ensine-o a nadar, deixe-o levantar-se sozinho daquele tombo de bicicleta. Nem preciso dissertar muito sobre os benefícios desse item, com certeza o futuro mostrará a diferença de uma criança bem preparada para os desafios do mundo e outra exageradamente amparada pelos pais.

08. Elogios.

Não dá pra mensurar o valor de um elogio bem aplicado. Auto confiança, prazer em ser útil, alegria são apenas alguns dos benefícios.
Dê chamadas, broncas e repreensões sim, mas NUNCA esqueça de recompensar os bons atos com elogios muito bem dados!

09. Responsabilidade.

Faça seu filho tornar-se responsável por uma tarefa. Dê a ele a tarefa de regar uma planta uma vez por dia, de colocar água para o cachorro, de ver se as toalhas do banheiro precisam ser trocadas.
Comece por apenas uma tarefa e mantenha por um bom tempo. Cobre e recompense verbalmente pela tarefa. A idéia é aos poucos fazer a criança se sentir responsável e IMPORTANTE!

10. Seu papel.

Pense e entenda a grande importância do seu papel na formação de seu filho! Tudo que ele será um dia depende da maneira como você conduzir seus passos. A alegria de viver dele depende de você, a felicidade, a inteligência, sabedoria, as lições que trazer vindas de você são fundamentais para a formação de seu caráter e até de sua vida social.
Sabendo dessa importância, não fique parado! Busque se informar, encontre métodos, aprimore o tratamento, aprenda novas maneiras de lhe dar com seus filhos! Faça sua parte para que seu filho se torne uma pessoa bem sucedida e feliz!

11. Conheça seu filho.

Ninguém impõe regras, ninguém ganha respeito ou admiração sem ter um contato próximo.
Se você quer que seu filho te ouça, aproxime-se dele. Para isso talvez seja preciso você se modernizar.
Se você tem um bebê de 1 ano você está a par das melhores papinhas, das mais belas canções de ninar, certo? Então se você tem um pré-adolescente de 10 anos porque está por fora do que ele gosta?
Saiba se atualizar. Não tenha medo do novo. Não abomine seus gostos musicais. Entenda suas curiosidades e sonhos, por mais bobos que possam lhe parecer, é o mundo dele!

12. Estude e entenda os conceitos da DISCIPLINA.

Faça com que seu filho se acostume com essa palavra e coloque em prática em tudo que puder.
Busque informar-se das últimas técnicas, dos estudos pedagógicos e do que tem sido usada na escola, para disciplinar uma criança. As informações estão a todo lado, em programas educativos de TV, em revistas especializadas, em sites ou matérias de várias fontes. Não fique parado, procure se informar!
Você pode estar usando conceitos dos seus avós para criar seus filhos nos dias de hoje! Não é que isso seja ruim, é como estar andando de fusca 65 em pleno século 21 e achar que isso basta!
A dica geral é que não há problemas educacionais que não possam ser resolvidos com mais educação. Todas as informações estão por ai descritas em programas de tv, livros e sites. Basta que queiramos buscar aprender.

Fonte:http://margothjansenaulas.blogspot.com/

Nenhum comentário: